Maternidade

Protetor solar na gravidez

Uma coisa muito importante durante a gravidez é o uso de protetor solar.

Na verdade é importante sempre, mas muita gente ainda não tem esse hábito.

Durante a gravidez, nossa pele fica mais sensível as manchas, principalmente no rosto.

Eu virei uma neurótica assumida e uso protetor solar no rosto todos os dias. Primeiro porque tenho sardas e é só tomar sol que elas ficam super fortes e segundo, porque já morei na praia  e nem tô afim de ficar enrugadíssima com 30 anos.

Como a maioria das brasileiras, minha pele é oleosa e com a gravidez isso se acentua mais.

Muitas vezes, pessoas de pele normal e até seca, tem problemas de oleosidade e espinhas na gravidez.

E por isso você deve levar esse fator em consideração na hora de escolher um bom filtro solar.

Como neurótica assumida, eu já testei dezenas de marcas e produtos. Claro que muitas vezes o que fica bom na minha pele não vai ficar na sua….mas tenho algumas dicas:

– Prefira protetores para o rosto que tenham a indicação “oil free” na embalagem.

-Geralmente, quanto mais alto o FPS, mais oleoso ele vai ser. Os fabricantes já melhoraram muito nisso, mais ainda é a regra que vale.

– O FPS (15, 30, 50, 60, 100) vai depender do quanto você fica exposta. Se vc trabalha em casa como eu não precisa usar um protetor 60. Mas se você trabalha ao ar livre muitas horas no dia, o 15 não será suficiente.

– Procure os protetores com proteção UVA e UVB. Os 2 são importantes para a proteção de sua pele.

-Existem muitos protetores em gel. Esses são muito indicados pelos dermatologistas para quem tem pele oleosa.

Sim, eles realmente são bons, mas eles tem alguns poréns:

1- muitos tem base alcoólica e isso causa um certo ardor nos olhos, além do cheiro não muito agradável. Nada absurdo, passa logo…mas tem gente que não se adapta.

2- alguns deixam a pele um pouco brilhante, com a sensação de estar “plastificada”. Muitas vezes um pó compacto leve já resolve isso.

3- alguns tem gosto amargo (não, vc não vai passar na boca) mas você vai perceber quando passar a língua ao redor da boca em algum momento, ou quando seu marido te beijar no rosto e reclamar (não são todos que chegam a esse ponto, mas já aconteceu comigo).

– Você precisa reaplicar o protetor mesmo não tendo suado ou entrado na água. A maioria vai perdendo eficiência com o passar das horas. Se você nadou ou suou muito, mesmo tendo passado o protetor há 1 hora, terá que reaplicar.

– Já existem protetores em creme com textura mais leve e que ficam muito bem nas peles oleosas. Desses três que coloquei a foto abaixo, já testei o Minesol, o Neutrogena (FPS 55., 45 e 30) e o Episol 15 e não esse 45. O Minesol é meu queridinho, é o melhor de todos que já usei e não trocarei tão cedo (mas fique esperta: existem muitos protetores da linha Minesol. O que eu amo é esse da foto. Saiu uma nova fórmula, mas o tubo é mais compridinho e apesar do vendedor da farmácia dizer que é a mesma coisa, não é). O neutrogena 55 também é bom, mas ele fica melhor em climas mais secos, no calor e umidade, ele pesa um pouco. Mas você pode optar pelas versões 45 e 30 que são mais leves. O Episol 15, tentei usar ele 2 vezes e tive o mesmo problema as duas: ele é leve, o cheiro é suave, mas depois de menos de um mês, a textura mudou e ficou parecendo um leve esfoliante. Na primeira vez, a empresa trocou, na segunda eu nem me dei ao trabalho de pedir. Isso já faz um bom tempo, pode ser que tenha mudado.

protetores

– Para o corpo fica mais difícil usar protetor no dia dia. Primeiro porque a maioria é oleoso, tem cheiro um pouco mais forte, segundo porque a pele não é tão sensível quanto a do rosto. Mas se você quiser uma proteção a mais, pode usar um creme hidratante que tenha FPS.

softlotionpost13-maternidade1

Álias, se alguém souber onde encontrar esse protetor na internet, por favor me avise!

A linha Gerare tem um protetor solar também. Diz ser oil free e específico para gestantes. Como eu nunca usei, não posso opinar. Mas fica a dica para quem tiver interesse.

De qualquer maneira, o ideal é testar o protetor antes. Muitos dermatologistas ganham amostras desses produtos. Quando você for ao seu, veja se ele não pode lhe dar algumas. Mesmo porque, eles não são baratos e gastar R$50 em algo e depois de 2/3 vezes descobrir que você detestou, é péssimo. Mesmo sabendo que você pode usá-lo na praia ou piscina depois.

De qualquer forma, essa coisa de cosméticos, maquiagens, shampoos é sempre uma loteria: o que fica ótimo em mim pode ser muito ruim pra você, então, não se sinta mal se você não acertar de primeira!

O importante é a proteção!

Comments are closed.