Vida de Bebê

Complementação da amamentação: leite NAN

complementacao-leite-nan

Desde que ficamos grávidas e vamos pesquisar na internet sobre a amamentação somos bombardeadas  com 1 milhão de informações. Algumas como: “Nada além do leite materno antes dos 6 meses”, “Amamente até 6 meses”, “Amamente até 9 meses”, “Amamente até 2 anos” e por aí vai  e nem nisso os pediatras entram em um acordo!

Como já comentei algumas vezes, existe uma corrente de pediatras (incluindo o meu e o de várias amigas, que inclusive moram em outros estados) que acha que é importante introduzir outras coisas além do leite materno antes dos 6 meses (chá, papinhas doces, salgadas…).

Mesmo assim, esse monte de informaçãoes deixa as mães muito preocupadas caso o leite não seja suficiente.

Ouço várias histórias de mães que quase “morreram” por terem que complementar a mamada de seus bebês. Culpa delas? Acho que não. Já ficamos tão sensíveis desde que ficamos grávidas..Depois nosso bebê nasce, e temos mais um turbilhão de emoções e acontecimentos diários que mexem com toda nossa vida…

Como disse, lemos e ouvimos tanto isso que quando temos que tomar essa atitude, nos parece extremamente frustante como mães. Algumas reagem de maneira normal, outras ficam um pouco chateadas e outras, péssimas.

Bom, faz 1 mês e meio que complemento a mamada do Gustavo com NAN nas últimas 2 mamadas da noite. Percebi que meu leite diminuiu a noite e ele voltou a chorar durante a madrugada. Coisa que ele já nã fazia há semanas.

Fiquei super feliz? Não! Mas não vou deixar meu filho com fome.

O produto existe para isso. Quantas mães não tem leite? E o que elas iriam fazer sem esse recurso?

Ouvi esses dias uma história de uma mãe com pouco leite, a filha ficou 2 meses chorando de fome e a pediatra dizia que não era para dar nada, que era só a menina sugar que iria sair. Sinceramente? Que pediatra é essa que deixa um bebê 2 meses com fome, não ganhando peso? E que mãe é essa que demorou 2 meses para procurar outra opinião porque não queria dar nada mais ao bebê?

Ela mudou de médico, deu mamadeira e hoje a menina é um amor!

O pediatra nos indicou o NAN Pro Bio 1.


Eu pesquisei muito na internet e li mil opiniões, inclusive de outras marcas.Porque não sabia qual ele iria indicar.

Li sobre todas as marcas sempre as mesmas coisas: bebês que se adaptaram super bem, outros que não. Para uns soltou o intestino, para outros prendeu. Alguns amaram, outros que não pegaram…Mil histórias de como cada bebê se adaptou a diferentes marcas.

O pediatra disse para começar a mamada no peito e depois dar a mamadeira. Que era para começar com uns 30 ml, para ver se ele se adaptava, mas pra eu fazer sempre um pouco mais para não faltar. E com o passar dos dias eu iria ter uma noção da quantidade que ele precisava.

No primeiro dia, fui eu fazer a mamadeira (da penúltima mamada, por volta das 20:00) e como sou exagerada, fiz 90 ml. Advinhem: mesmo depois de ter mamado no peito, ele mamou praticamente tudo da mamadeira.

As 23:00 fiz mais 90 ml. Ele mamou no peito e depois sugou mais 90 ml (uns 85 ml, digamos! porque sobrou o fundinho).

Definitivamente, ele tinha fome!!

E para melhorar: em 2 meses e meio, foi a primeira noite que ele dormiu direto. Das 23:30 até 6:30! (além dele não ter mais fome).

Depois de umas 2 semanas só complementando a mamada da noite, comecei a dar durante o dia também. Eu ainda amamento. Ás vezes consigo amamentar 2 vezes sem complemento, mas geralmente toda a mamada ele toma leite materno e NAN. Ás vezes, só o NAN.

Para ele, o NAN só prendeu o intestino no dia seguinte da primeira vez que ele tomou, o que é normal.

Temos que ser sensatas. O leite materno é o melhor para nosso bebê, mas se você não tem leite ou tem pouco, não vai deixar seu filho com fome, não é?

Bom final de semana!!!

UPDATE – 08/09/2011 – 

Obrigada pela opinião de todas. Acho importante essa troca de experiências.

Sobre algumas opiniões: eu não conheço nenhum pediatra e nas minhas relações tb nunca ouvi comentários de pediatras que fazem propaganda de leites em pó. Mas, obviamente, deve ser muito triste se isso existir.

Quero deixar claro, que meu post conta minha experiência. Não faço “apologia” ao uso do Nan ou qq outro leite. Simplesmente foi o que aconteceu comigo e pelo visto com muitas outras mães.

Eu sempre gostei de amamentar o Gustavo. Isso nunca foi um problema.

Ainda sobre o pediatra, se ele me aconselhou a usar o Nan, eu vou usar. Da mesma maneira que sempre segui as orientações dele. Eu confio no profissional que escolhi.

E isso vale para todas as mães, se o pediatra te indica X e vc concorda, ótimo. Se vc não concorda, é simples: mude de profissional, procure aquele que te deixe confortável.

Dar complemento é o ideal? Não!

Vc, como mãe e mulher, vê outro jeito, dentro da sua realidade? Se sim, ótimo. Se não, ótimo tb. Faça o que o profissional que vc confiar, lhe indicar.

Já pensou se formos pensar radicalmente sobre tudo? Não andamos mais de carro, nem ônibus, porque deixam o ar poluído, causando uma série de doenças (inclusive nas crianças, que são as que mais sofrem)…. só comeremos coisas orgânicas (caríssimas!), não usaremos mais detergentes pra lavar louça e roupas (vc faz idéia de como o detergente é poluente?), não usaremos mais fraldas descartáveis e por aí vai!

O importante é ter bom senso.

302 comments

  • Muito bom esse site, eu tb estou numa situação complicada, minha filha nasceu tem 26 dias e no hospital eu consegui amamentar direitinho parecia que ia ser normal então fui pra casa e aconteceu que o leite desceu e ela não conseguia pegar no peito chorou muito fiquei angustiada então tirei o leite na bombinha e dei na mamadeira e assim foi por dois dias mais via que ela não estava se satisfazendo meu esposo comprou nam e eu dei dois dias ate ai tudo bem, mais me sentia inútil mais então fiquei sabendo de um protetor de seio e comecei a usar deu certo ela pegou o seio que é uma beleza mais então 10 dias depois tive que ficar internada por causa de coagulo no útero, e no dia que internei meu leite não desceu dei nam mais sempre sofrendo por isso mais enfim fui pra casa e comi de tudo, tomo muita água, e mais de uns dias pra cá ela tem chorado no meu peito ela puxa o bico do peito e solta como se diz aqui não tem nada ai comecei novamente a dar nam mais agora estou um pouco preocupada pq quando dou nam ela esta mamando derrepente para larga a mamadeira e chora não sei o que pode ser, não sei de o nam ta fazendo mal ou se ela esta mamando com muita força e dado uns goles muito grande e na hora de engolir o gole e grande e doi alguma de vcs ja passaram por isso? sabe o que pode ser? obrigada

  • Adorei seu depoimento Vanessa, principalmente porque encontrei consolo para o dilema que estou vivendo. Fiz redução de mamas há mais de vinte anos, e, não estou conseguindo amamentar meu filho, que está completando um mês hoje. Estou me sentindo frustrada, culpada e preocupada porque meu querido e amado filho não está ganhando peso e crescendo dentro do esperado. Vivemos uma cultura de valorização do aleitamento materno, e, se você não consegue amamentar começa a sentir-se excluída do mundo das mãezinhas. Todo mundo sabe da importância do aleitamento materno, mas, e se você não tem leite? Além, da frustração sofrida ainda recebe olhares de desaprovação. Vai deixar seu bebê chorar, com fome, sem dormir, para tentar o que já se sabe que não vai funcionar? Quero meu bebê crescendo forte e saudável, e, se para isso eu tenho que usar complemento, irei usá-lo com a consciência tranquila de uma mãe que está tentando fazer o melhor para seu filho.

  • Estou muito feliz com esses comentarios q acabei de ver , porq estou com esse problema de amamentar e meu filho eu nao consigo dar o peito pra ele , e agora estou dando so mamadeira ele esta com 5 dias e é muita pressão sobre o peito eu acho certo mas quando a gente não consegue o q devemos fazer.????

  • Minha netinha nasceu minha nora não ta querendo da o peito e o leite ta querendo seca o que devo fazer

Participe da discussão

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *