Vida de Bebê

Hérnia Inguinal em bebês

herniainterno

No dia 29 de julho, uma quarta-feira, levei o Gustavo ao pediatra.

Estava tudo ótimo, ele, como sempre, estava sorrindo para todo mundo, inclusive para o pediatra enquanto eu contava como ele estava.

Coloquei ele na mesa para ser examinado, quando de repente ele começou a chorar muito. Muito mesmo, como nunca tinha chorado antes.

Achei que ele tivesse  assustado com alguma coisa, mas o pediatra disse que era um choro de dor. Na hora me deu uma angústia enorme. Afinal, o que teria acontecido tão de repente para ele chorar tanto, justo ali no médico.

O pediatra apertava, apertava, apertava, o Gustavo berrando e eu eu minha mãe quase tendo uma ataque, do tipo ” Acaba logo, para eu pegar meu filho!!!”.

Aí ele começou a apertar a virilha e parou ali um tempão. Depois de longos segundos ele me disse que tinha encontrado algo: uma hérnia: hérnia inguinal.

Resumindo:

A hérnia inguinal se caracteriza por uma falha na parede do abdômen, na altura da região das virilhas. Através dela podem passar estruturas da cavidade abdominal como o intestino e o ovário. Na criança, normalmente, tem origem congênita, sendo mais freqüente em meninos e também nos bebês prematuros.”

Fonte: Top Baby

Fiquei apavorada porque sabia que ele teria que fazer uma cirurgia e comecei a chorar ali mesmo. O médico tentou me tranquilizar, disse que estava super pequena, que a cirurgia era muito simples e rápida. Mas não adiantou muito.

Ele me indicou um cirurgião pediatra de São Paulo, disse que era um ótimo médico, super respeitado: Uenis Tannuri.

Sai do consultório e já liguei para o médico. A secretária me disse que só teria consulta para a semana seguinte (imagina se eu iria aguentar esperar tudo isso), mas insisti, pedi um encaixe e ela conseguiu para o dia seguinte.

Como o pediatra disse todos os elogios para o cirurgião e o consultório dele fica em um prédio chique em frente ao Sírio Libanês, achei que a consulta seria uma fortuna. Mas não foi: R$200. Não é barato, mas considerando o “gabarito” do médico, o local….Aqui na minha cidade qualquer médico cobra R$150/200.

Na quinta, dia 30/07, fomos na consulta. O médico examinou o Gustavo, falou sobre a cirurgia e marcamos para sábado dia 01/08.

Ele tinha hérnia de um lado só, mas ele operou os 2 e também quis fazer a cirurgia da fimose.

Ele opera no Sírio, no Albert Einstein, no Santa Catarina e em mais um que não me lembro. Escolhemos o Santa Catarina porque era o que nosso plano cobria. E a secretária comentou que é o mais fácil de conseguir rápido.

Sábado, dia 01/08, fomos para São Paulo. Chegamos no hospital as 6:15. Fomos para o quarto as 7:00 horas (vou fazer um post sobre o que achei do hospital para não misturar os assuntos!).

Fomos para o quarto e uns 15 minutos depois vieram nos buscar. Descemos até a porta do centro cirúrgico com o Gustavo e óbvio que eu estava chorando.

Mesmo não sendo uma doença e nada grave, é muito ruim aquele clima de hospital. Entrar naquele quarto, entregar o bebê para a enfermeira…..péssimo! Agora eu posso imaginar um pouco o que é para muitas mães, ficar com filhos nos hospitais por dias, até meses! Deve ser a pior coisa do mundo!

Então…antes de entregar o Gustavo, conversamos com o anestesista. Ele disse que a operação era simples (nas palavras dele era como arrancar um dente!!!) e que seria muito rápida. Só nos alertou que ele voltaria chorando muito. Por causa da anestesia eles ficam perdidinhos. Para ele o choro era um ótimo sinal, mas ele sabia que as mães não gostavam.

Entregamos ele para a enfermeira com as roupinhas que ele veio e o cobertor dele também. Podíamos esperar em uma sala ali perto, ou eles avisariam no quarto quando acabasse.

Fomos tomar um café na lanchonete do hospital e depois fomos para  quarto.

Entregamos ele 7:40 e antes das 8:30 já nos ligaram pedindo para ir buscá-lo. Realmente foi rápido.

Como o anestesista havia avisado, ele estava chorando muito e chorou por 15 minutos, que foi o que o anestesista pediu para esperarmos antes de amamentar.

No quarto tentei amamentar, mas ele demorou um pouco para pegar. Mamou um pouco e dormiu. Acordou, mamou mais um pouco e dormiu de novo.

Depois coloquei ele na caminha e ele ficou bem.

Um pouco antes de ir embora, ele vomitou um monte. Já sabíamos que poderia acontecer.

Achei que a volta seria complicada. Já que a viagem dura 1 hora e eu estava preocupada que ele não ficasse bem na cadeirinha do carro, que os cintos pegassem no corte. Mas ele ficou super bem e voltou dormindo o tempo todo.

O resto do dia também foi super tranquilo. Ele estava chatinho (tadinho!), mas ficou super bem!

Não demos banho nesse dia, só no dia seguinte.

Os cuidados foram super simples. Só passamos uma pomadinha no pipi dele. Nada mais!

No fim, foi tudo muito tranquilo!

Graças a Deus, tudo passou! Mas sinceramente, não desejo isso para ninguém. Nossos filhos deveriam ser proibidos de ter qualquer tipo de coisa que os leve ao hospital!!!

Bjs




59 comments

  • Nathalya, eu acho que paguei 2500, há 6 anos!E o hospital foi pelo convênio. A recuperação foi absurdamente rápida.Super rápida.

    Ele nem ficou de repouso, pq na verdade, ele era muito pequeno, tinha 5 meses! Então naturalmente, ficava quieto.

    Bjs e boa sorte

  • Boa noite qual pomada vc passou?

  • Oi Vanessa meu netinho nasceu prematuro, está no hospital Santa Joana, ele irá fazer está cirurgia daqui uns dias, também, estamos apreensivos, mas confiantes em Deus, acabei de ler sua declaração, parabéns, ajuda muito a tranqüilizar as pessoas. Obrigada boa sorte

  • Eu vou na quarta acompanhar minha filha no medico estou muito nervosa meu amor meu homenzinho vai operar estou nervosa mais muito confiante em Deus choro toda hora ele esta gripadinho mais não esta tucindo sera que tem algum problema????

  • Oi. Quando li a sua história Fiquei muito emocionada. Estou passando por um momento quase igual o seu.
    A minha bebezinha de 2 meses tem uma hérnia inguinal e junto desceu com o ovario dela, vou na consulta e o cirurgião pediatra vai decidir se vai fazer cirurgia ou não. tô muito tensa. só que assim eu não tô chorand pelos cantos porque eu tenho problema de pressão alta se não é eu que vou passar mal .mas eu vou entregar nas mãos de Deus. E Deus sabe o que pode ser melhor pra ela. Abraços!

  • Meu bebê tem hoje um ano e quatro meses. No mês de Março levamos um grande susto, Na segunda feira ele foi pra creche e voltou bem mas um pouco cansado então na terçafeira ele chegou pediu o Tete e ja quis dormir, nós estranhamos pois ele é muito ativo, então quando fui trocar ele comecei a brincar de formiguinha e senti um caroço de uns 4cm do lado direito da barriguinha dele….desesperada levamos pro hospital Jaragua aqui conhecido como hospital do morro..entramos as 19horas e fomos atendidos quase uma da manhã pois foi pelo SUS, o médico que atendeu falou que era uma hernia e pediu que eu fosse no posto de saúde e encaminhasse para um cirurgião pediatra, então sai do hospital e fui pra casa sabendo que no dia seguinte iria atrásde um especialista…mas as cinco da manhã meu bebê não conseguia fazer cocô então voltei com ele no hospital..chegamos la as cinco e meia e perto das oito fomos atendididos, então foi uma médica… ela apalpou ele e falou…Mamãe isso é só coco….Vamos fazer uma lavagem que vai ficar bom, então fomos ate uma salinha e as enfermeiras comecaram a fazer e começou a sangrar e aparecia um negocio branco…ai eu me desesperei e tb sai correndo atrás da medica pois vi o desespero das enfermeiras…a medica chegou e mandou pro raio x e quando ficou pronto ela me disse que era só cocô receitou remédio pra fazer cocô…e disse que em doisdias era pra voltar se não fizesse….mas ai com tudo aquilo o caroço estava la…..decidi ir ate o posto de saúde aonde consultava meu filho com o pediatra dele e la chegando quando o médico atendeu logo viu que não era cocô e marcamos uma consulta com Dr especialista cirurgião e o mesmo mandou ir para o hospital que ia ter que investigar…..internou meu bebê as 17horas e fizeram uma ultrasson com urgência…as 19horas ele veio até nosso quarto e falou que precisaria operar pois patecia ser uma apêndice e então meu mundo foi ao chão…comecei a chorar muito pois fiquei com muito medo…Então as 22horas ele entrou pra cirurgia e as 23 havia saído…o médico disse que o caroço não encontrou mas a apêndice estava inflamada então retirou..gracas a deus meu bebê teve dois anjos de médicos que apareceram em nosso caminho pois foi tdo bem e em três dias estávamos em casa….mas não acabou por ai…na reconsulta pós cirurgia o testículo direito estava bem inchado então o médico pedio mais uma ecografia e la descobriram uma hernia do lado direito…..e sera operado em Agosto……mas Deus é bom e tdo vai dar certo…….bjos a todos……

  • Que sufoco, Maristela!!! Mas ainda bem que deu tudo certo!!!

    A cirurgia da hernia é super simples e temho certeza de que ele irá se recuperar bem rápido!

    Boa sorte!

    Bjs,
    Vanessa

  • Olá Vanessa estou super desesperada levei meu filho ao pediatra e também descobri q está com hérnia inguinal, me encaminharam para um cirurgião pediátrica,e o mesmo disse que terá que fazer cirurgia, estou com muito medo meu bb só tem 30 dias, e já é um guerreiro ficou 18dias na UTI após o nascimento para tratar de uma infecção, e agora maus essa pra me deixar mais aflita. Mais estou confiando em Deus.

  • Olá, Vanessa!
    Que bom que consegui achar seu relato. Me deixou mais tranquila.
    Meu bebê nasceu prematuro e descobrimos a hérnia… Já passou por 30 dias de internação… Hoje ele tem 4 meses e 6 dias e está se desenvolvendo bem, graças a Deus!
    Ele fará a cirurgia no próximo dia 12/07. Deus no controle!

  • Gostaria de saber qual era a idade do seu filho quando fez a cirurgia, pois o meu tem 40 dias.

Participe da discussão

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *