Vida de Bebê

Adaptação na Escola: Segunda Semana

Vamos lá: digamos que a semana terminou MUITO melhor do que começou!

Segunda: Gustavo não queria sair de casa. Chorou até a escola e lá deu um super show. Não queria ficar de jeito nenhum. Depois de uma rodada fora da sala, ele se acalmou.

Mas ainda chorou um pouco e quando cheguei, ele estava bem vermelhinho (de chorar)

Terça: Mais uma manhã difícil. Gustavo chorou muito, mas se acalmou assim que sai. As professoras me disseram que ele interagiu mais e participou das atividades.

Na hora da saida, ele estava super bem e não tinha chorado.

Quarta: Chorou para sair de casa, mas se acalmou no carro (tá certo: deixei ele jogar no celular). Perto da escola ele ficou mais nervoso, mas não chorou.

Na hora de dizer tchau, chorou um pouquinho, mas mandou beijo. #dornocoração

Na saída, me surpreendi. As crianças são trazidas por várias assistentes que coordenam essa etapa, mas o Gu sempre vinha no coloca professora. Hoje, ele veio no chão, trazendo a mochila e com uma assistente! Fiquei super feliz!

Quinta: Tirando o primeiro dia de aula (que ele foi e voltou super feliz porque não sabia o que estava acontecendo!), hoje foi o melhor dia. Ele saiu sem chorar e até animado.

Foi andando até a sala, me deu um beijo e disse tchau. Quando sai, ele me chamou, mas a professora o distraiu rapidamente.

Na saida ele estava visivelmente mais cansado. Provavelmente por ser fim da semana e pelo fato dele acordar muito cedo (ele entra as 8:000 e hoje acordou 5:40).

Mas foi um ótimo dia.

Escrevi na agenda pedindo mais informações sobre como ele está se comportando, se está participando, interagindo, etc.

Sexta: Ele foi todo lindo para a escola hoje. Não me disse nem tchau, mas fiz questão que ele voltasse e me desse um beijo. Fiquei olhando pela janela mais um pouquinho!

Ele colocou a mochila no lugar certinho, pegou os brinquedos e sentou na mesinha com um amigo. Nem preciso dizer que sai de lá feliz da vida.

Na agenda de hoje, mandei um recado, perguntando como ele estava, se estava interagindo, se chorava, etc. Como sempre, as professoras, muito atenciosas, responderam que ele está progredindo muito,que está interagindo mais com os amigos, mas que ainda chora, ás vezes, quando é contrariado.

Vou ser muito sincera: fiquei tristinha. Eu sei que ele progrediu muito, mas não queria que ele agisse dessa maneira!

Mas sei que isso varia de criança para criança e que devo ser paciente!

Bjs,

Vanessa

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comments are closed.